XI CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL: NOVOS NÚMEROS DA DÍVIDA DO MUNICÍPIO DEIXAM CONFERENCISTAS ESTARRECIDOS

21/07/2017

No dia seguinte à Saúde, foi a vez da Secretaria de Assistência Social realizar a sua XI CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL como o tema: "Garantias de Direitos no Fortalecimento do SUAS", que ocorreu no dia 20/07, no Salão de eventos da Igreja Imaculada Conceição.

Presentes ao evento o Prefeito Roberto de Jesus, o vice-prefeito Benedito Barreto, a Secretária Municipal de Assistência Social Cláudia Mária, o conferencista Ricardo Silvestre, responsável por proferir a palestra magna, representantes da Câmara de Vereadores, lideranças políticas, comunitárias e representantes da sociedade civil organizada.

Em sua fala inicial, a Secretária de Assistência Social saudou o público presente, agradeceu a presença de todos e deu a conhecer o tema central da Conferência abrindo, em seguida, a fala para o pronunciamento do Prefeito Municipal Roberto de Jesus.

Em suas considerações o Prefeito adotou um tom mais elevado do que o de costume, face à sua indignação em decorrência de notícias preocupantes que o deixaram em estado de alerta quanto a real situação o Instituto de Previdência dos Servidores Municipais, o Ipasmun.

Para surpresa geral, Roberto de Jesus anunciou que houve erro material na divulgação inicial dos números relativos ao débito da Prefeitura de Nanuque junto ao Instituto, que diferentemente do que fora divulgado de que este seria da ordem de R$ 19 milhões, o que por si só já era motivo o suficiente para qualquer gestor sério perder o sono, a coisa é muito pior do que se supunha. O débito até a presente data chega à soma exorbitante de R$ 26 milhões, que se parcelados, comprometerá cerca de R$ 850 mil mensais da receita do município, que já se debate desde o início deste Governo com uma Folha de Pagamento acima do limite imposto pela lei de responsabilidade fiscal, herdade da gestão anterior.

O Prefeito se mostrou-se preocupado e voltou a criticar os seus detratores que ficam nas redes sociais através de perfis falsos, levantando inverdades, fugindo do debates nas instâncias e espaços democráticos próprios para se discutir os destinos da cidade, como o é a realização das conferências e audiências públicas.

Na sequência, aconteceu a palestra proferida pelo conferencista Ricardo Silvestre, Doutor em Serviço Social e docente do curso de Serviço Social na

UFVJM, oriundo da cidade de Teófilo Otoni, o qual discorreu sobre o tema central da Conferência, abordando, inclusive, temas controversos como as Reformas Trabalhista e Previdenciária.

"Entendemos a importância da realização da Conferência, bem como de outros espaços correlatos, como a instância adequada para se desenvolver o debate, para discutirmos o modelo de cidade que queremos para nós. Nessa linha de raciocínio, deixo um recado para os críticos do Governo: se querem o debate limpo, claro, transparente, olho no olho, saiam das redes sociais e ocupem os espaços adequados. Eu não administro essa cidade pelas redes sociais". Enfatizou o Prefeito Roberto de Jesus.

Fonte: Assessoria de Comunicação da PMN